Alopecia por estresse

Alopecia por estresse

Alopecia por estresse

A alopecia por estresse é uma condição caracterizada pela perda total ou parcial dos cabelos ou pelos do corpo em pouquíssimo tempo. Ocorre após situações traumáticas ou desequilíbrios emocionais e físicos e vai muito além de um problema simplesmente estético. A perda do cabelo pode afetar todo o couro cabeludo (alopecia difusa) ou somente uma área específica (alopecia localizada).

Por que o estresse faz os cabelos caírem?

Em momentos de estresse, o organismo aumenta a síntese do hormônio estriol, bloqueando a entrada de nutrientes nos bulbos capilares e causando um término prematuro da fase de crescimento. Além disso, o estresse reduz a circulação do sangue na fibra capilar e aumenta a oleosidade, favorecendo o surgimento de caspas e queda de cabelo.

Como diagnosticar alopecia por estresse?

A queda de até 100 fios diariamente é considerada normal. Porém, quando se percebe um aumento excessivo, principalmente após um período de maior estresse, é importante estar atento(a), pois pode ser sinal de alerta.

O primeiro passo para se diagnosticar a alopecia por estresse é buscar orientação de uma clínica especializada para a realização de exames clínicos e de sangue que descartem a presença de outras doenças e iniciem o tratamento mais adequado.

Atualmente, há inúmeros tratamentos que podem ser adotados para estimular o crescimento dos fios e evitar quedas. A escolha da melhor alternativa vai variar de acordo com o diagnóstico e intensidade do problema.

Dentre as possibilidades estão os shampoos, complexos vitamínicos, massoterapia capilar, produtos tópicos e terapia a laser.

Entretanto, lembre-se que o cabelo é apenas um indicador de que algo não está bem em seu corpo. Por isso, identifique a causa, mantenha uma alimentação saudável e faça atividades físicas.

Fonte: Clínica Leone