MMI Clinic
Abrir Fechar

Doses de vitamina A podem estar associadas a um risco menor de câncer de pele, de acordo com a JAMA Dermatology. Um estudo com cerca de 125.000 americanos mostrou que as pessoas com maior ingestão de vitamina A diminuíram o risco de câncer de pele de células escamosas em cerca de 15%.

A maior parte de vitamina A vem de alimentos, provando que uma dieta saudável pode reduzir o risco de câncer de pele, além de oferecer muitos outros benefícios à saúde.

A vitamina A é importante para visão saudável, o sistema imunológico e o crescimento celular. Ela trabalha sinergicamente com várias outras vitaminas e minerais, incluindo vitamina D, K2, zinco e magnésio.

Esta vitamina conta com vários nutrientes diferentes, que podem ser divididos em duas categorias principais:

  • Retinóides (também conhecidos como retinol), as formas biodisponíveis de vitamina A encontradas em alimentos de origem animal, como fígado e ovos. 
  • Carotenóides, encontrados em alimentos vegetais.

Quando você recebe carotenóides (pró-vitamina A) de fontes vegetais, seu corpo deve converter os carotenóides em retinol biodisponível, o que não é um problema se você estiver saudável. No entanto, más condições de saúde ou genética podem inibir a capacidade do seu corpo de absorver carotenóides e convertê-los em vitamina A.

Além da vitamina A, existem vários nutrientes que você pode usar para ajudar a proteger a pele. Astaxantina, licopeno, beta-caroteno, vitaminas D, E e epigalocatequina galato (EGCG) podem ajudar a proteger a pele contra os danos causados ​​pelo sol. O licopeno também atua como filtro solar interno, embora não seja tão protetor quanto a astaxantina. A vitamina E absorve energia da luz UV, desempenhando um papel importante na fotoproteção e prevenindo danos causados ​​pelos radicais livres induzidos por UV na pele.

Desta forma, uma alimentação rica em alimentos como tomate, beterraba, cenoura, ovos e fígado além de suplementação quando necessária é fundamental para se aproveitar todos os benefícios da vitamina A. Vale lembrar, que toda suplementação deve ser feita com acompanhamento médico visto que podem causar efeitos colaterais. Especificamente para vitamina A, em excesso, ela causa, por exemplo, queda de cabelo.

Fonte: Mercola adaptado por Dr. Felipe Cezar Dias CRM-PR 34055

MMI Clinic

Focamos no equilíbrio fisiológico, enxergando-o como um sistema único. Nesse caminho, contamos com uma equipe interdisciplinar capacitada em um só lugar.

Assine nossa
newsletter

Cadastre-se e receba informações exclusivas, dicas de saúde e muito mais.

    Últimos posts

    5 maiores sintomas do colesterol alto

    4 a cada 10 pessoas possuem colesterol alto no Brasil. Entenda os sintomas do colesterol alto, o que é, tipos, 5 maiores causas, como prevenir e muito mais.

    Emagrecimento Saudável 12 de abril de 2024

    Síndrome metabólica: o que é, causas e como prevenir

    Entenda tudo sobre a síndrome metabólica, uma das condições mais comuns na atualidade. Entenda o que é, suas causas, como diagnosticar e quando se preocupar.

    Emagrecimento Saudável 11 de abril de 2024

    Gordura localizada: principais causas e como tratar

    Você tem dúvidas de como eliminar os “pneuzinhos”? Entenda o que é a gordura localizada, as 5 maiores causas, em quais regiões se concentra e como eliminar.