Acompanhamento de Doenças Autoimunes

mmi-nutricao-autoimunes

A alimentação adequada exerce um papel de extrema importância para o controle de doenças autoimunes.

 

Portadores deste tipo de doenças geralmente têm como primeira medida para controle a realização de um protocolo alimentar específico, dedicado a modular o processo inflamatório, por meio da introdução de alimentos e suplementos capazes de melhorar ou minimizar a resposta às agressões.

 

Neste protocolo considera-se também a exclusão e retirada de alimentos que contribuem para o processo inflamatório como os processados industrialmente, os embutidos e outros alimentos que podem ser identificados como potencialmente inflamatórios ou que são capazes de impedir o reparo adequado das funções fisiológicas.

Portadores de doenças como: lúpus, doença de Crohn, doença celíaca, psoríase, colite ulcerativa, esclerose múltipla, artrite reumatoide e tireoidite de Hashimoto, cada uma com sua especificidade.

Ciclo de estratégias nutricionais

Prescrição de fórmulas magistrais

Prescrição de Injetáveis

Redução da inflamação 

Reparo das funções fisiológicas

Remissão da doença