Sofre com caspa? Veja como a dieta pode influenciar

Alimentos que ajudam

Intensifique o consumo de zinco: Estudos clínicos demonstraram que a suplementação de zinco é eficaz no controle da produção de sebo. O zinco requer vitamina B6 para a absorção adequada nos intestinos, e é encontrado em uma variedade de alimentos, como ostras, carne vermelha, aves, legumes, nozes e grãos.

Adicione alicina à sua dieta: A alicina é um potente composto promotor de saúde encontrado no alho, cebola e cebolinha, quando esses itens são esmagados ou picados. Tem sido demonstrado que promove a saúde cardíaca e cardiovascular, ajuda a prevenir e tratar o câncer e reduzir a pressão arterial elevada, mas também é útil para pessoas com caspa, devido às suas propriedades anti-fúngicas.

Comer abundância de alimentos ricos em vitaminas do complexo B: Se você está lutando com a caspa, coma muitos alimentos ricos em vitaminas do complexo B. Evidências mostram que B6 (piridoxina) e B12 (riboflavina) podem ajudar a reduzir a caspa. Tem sido sugerido que o metabolismo ineficiente de carboidratos e ácidos graxos pode ser uma das causas subjacentes da caspa, e as vitaminas do complexo B são conhecidas por desempenhar um papel crucial nos processos metabólicos. A vitamina B6 pode ser encontrada em uma variedade de alimentos, como feijão, carne, frango, peixe e algumas frutas e vegetais.

Alimentos para evitar

Reduzir o consumo de açúcar: Uma dieta rica em açúcar que aumenta rapidamente os níveis de açúcar no sangue pode piorar a caspa em algumas pessoas. A caspa é frequentemente atribuída ao fungo Malassezia, e os alimentos açucarados promovem o crescimento excessivo desta levedura no corpo. O açúcar também esgota o corpo de vitaminas do complexo B, que são um componente essencial de qualquer dieta anti-caspa. Uma alta ingestão de açúcar também afeta os níveis de vitaminas antioxidantes C e E no corpo.

Eliminar os alérgenos alimentares: alergias alimentares a produtos lácteos ou ao trigo podem causar caspa em algumas pessoas. O que causa uma reação alérgica em uma pessoa, no entanto, pode não causar uma reação em outra. Uma dieta de eliminação pode ser usada para identificar quais alimentos pioram a caspa em um indivíduo. Isso significa remover qualquer alimento que seja suspeito de causar uma alergia ou intolerância de sua dieta por duas a quatro semanas. Se a caspa desapareceu ou diminuiu significativamente, os alimentos e substâncias suspeitos podem ser reintroduzidos na dieta, um alimento de cada vez. Atravessar sistematicamente todos os alérgenos suspeitos, um por um, consumindo um alimento suspeito ou substância várias vezes ao dia e depois retornando à dieta de eliminação por alguns dias. Se os sintomas voltarem a ocorrer ou piorarem durante este período, a pessoa pode ser alérgica ao alimento ou produto químico que foi reintroduzido.

Entre em contato conosco e saiba mais.

Dr. Felipe Cezar Dias CRM-PR 34055

Membro da Sociedade Brasileira do Cabelo e da International Dermoscopy Society.[/et_pb_text][et_pb_button button_url=”http://mmiclinic.com.br/artigos/” button_text=”Ver outras postagens” _builder_version=”3.21″ custom_button=”on” button_text_size=”18px” button_text_color=”#000000″ button_border_width=”2px” button_border_radius=”13px” button_font=”||||||||” global_module=”2225″][/et_pb_button][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]