Acne: o que é?
Acne: o que é?

Dermatose muito comum, é o nome dado a espinhas e cravos que surgem devido a um processo inflamatório das glândulas sebáceas e dos folículos pilossebáceos. É muito frequente na fase da adolescência, mas comum também em adultos, principalmente em mulheres, por influência hormonal. afetando cerca de 56,4% das pessoas, sejam elas adolescentes ou adultas, entre homens e mulheres.

Para combater a acne é importante manter uma limpeza diária adequada com uso de sabonetes específicos e loções adstringentes, remover a maquiagem e fazer limpeza de pele com esteticista mensalmente.

Existem diversos tipos de acne:

  • Acne grau I (comedoniana): comedões (cravos) abertos e fechados sem sinais inflamatórios, principalmente em zona T;
  • Acne grau II (pápulo-pustulosa): comedões, pápulas vermelhas e inflamadas e pústulas (espinhas);
  • Acne grau III (nódulo-cística): aparecimento de cistos, ou seja, de lesões mais profundas, inflamadas e dolorosas;
  • Acne grau IV (conglobata): nódulos, abscessos e cistos purulentos, muito inflamados e intercomunicantes. Essa forma da doença pode levar a cicatrizes inestéticas.
  • Acne grau V (fulminante): surgimento de lesões graves, com cistos dolorosos que ulceram deixando cicatrizes. Sintomas como febre, mal estar e dor no corpo. Dos graus de acne é o mais raro e mais comum no sexo masculino.

As opções de tratamento da acne vão desde produtos tópicos, como peróxido de benzoíla, clindamicina, adapaleno, tretinoína, ácido azelaico, até sistêmicos como antibióticos e isotretinoína oral. A escolha do tratamento vai depender do grau/intensidade da acne.

Com a introdução da isotretinoína oral (Roacutan®), houve uma “revolução” no tratamento da acne, pois esse medicamento possibilita a cura da doença, evita anos de tratamento e melhora a qualidade de vida do paciente. É indicada para casos mais graves de acne (graus III, IV e V) e também para casos não tão graves (acne grau II), porém resistentes aos tratamentos prévios ou que estejam deixando cicatrizes na pele.

Para pessoas que têm cicatrizes de acne existem alguns tratamentos, dentre eles estão: laser de CO2 fracionado, subcisão, preenchimento, microagulhamento e aplicação de ácido nas cicatrizes, que são boas opções e podem, inclusive, ser combinadas.

 

Entre em contato conosco e saiba mais.

Dr. Felipe Cezar Dias