Queda de cabelo: conheça as causas
Queda de cabelo: conheça as causas

Perdemos em média 100 fios de cabelo todos os dias. Esse é um processo natural que ocorre ao lavar ou pentear os fios e que também faz parte do processo de renovação capilar. No entanto, quando a queda de cabelo acontece em excesso é importante estar atento às possíveis causas do problema.

Antes de dar continuidade ao assunto, é importante reforçar que o processo de renovação capilar é importante para um crescimento saudável do nosso cabelo. Uma pessoa adulta tem de 100 mil a 150 mil fios que passam por uma fase de crescimento e repouso.

Acompanhe o texto e saiba quais são as possíveis causas e tratamentos para a queda de cabelo.

Queda de cabelo: quando se preocupar?

Os cabelos crescem em média aproximadamente 12 cm por ano. Protegem o couro cabeludo, da ação do frio, do calor e do excesso de calor solar.

Fatores como doenças, agentes externos ou o uso inadequado de produtos químicos, podem afetar diretamente os fios, ocasionando na queda de cabelo.

Segundo especialistas, é normal perder de 100 a 150 fios de cabelo diariamente e isso se deve ao fato de o nosso couro cabeludo alternar constantemente entre três fases: anágena (crescimento dos fios), catágena (pausa) e telógena (queda). 

No entanto, quando o volume diário acaba por ultrapassar essa quantidade é importante ligar o alerta. Esse pode ser um sinal de que a sua saúde capilar não vai bem.

Portanto, ao ser observada uma queda excessiva de cabelos, a primeira coisa a se fazer é procurar um médico e realizar exames. Podem ser indicados exames complementares a fim de excluir possíveis doenças associadas ao problema.

7 causas da queda de cabelos

Há diversas razões que podem ocasionar a queda de cabelo. Confira as sete causas mais comuns para o problema.

1- Alopecia

A alopecia androgenética, mais conhecida como calvície, é um problema capilar que pode levar à perda parcial ou total dos cabelos. A alopecia predomina em homens. Segundo dados da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), cerca de 80% dos homens com mais de 80 anos sofrem com o problema.

No entanto, a alopecia também pode afetar as mulheres, a qual ocorre de maneira mais difusa. Nos homens, a perda de cabelo costuma se concentrar no topo do couro cabeludo.

Se você tem algum histórico de queda capilar na família, é importante tratar o quanto antes, a fim de obter melhores resultados. O tratamento para a alopecia varia conforme a causa e pode ser feito através do uso de medicamentos receitados pelo dermatologista.

2- Alterações hormonais

Processos de alterações hormonais podem contribuir fortemente para a queda ou piora da qualidade dos fios. Nas mulheres essa questão é ainda mais presente, devido a grande oscilação dos hormônios.

A gravidez e o uso de determinado método contraceptivo podem causar queda de cabelo. Além disso, na menopausa ocorre uma queda na produção de estrógeno, fazendo com que ocorram alterações hormonais e ressecamento e perda de volume dos fios.

3- Estresse

Uma rotina estressante, acúmulo de tarefas, problemas familiares, época de vestibular são alguns exemplos de situações estressantes que podem ocasionar na queda capilar. Isso se deve ao aumento da concentração de cortisol no organismo, que gera o estresse.

Em casos de estresse crônico (quando ultrapassa os três meses), essa queda acaba sendo mais persistente e intensa.

4- Alimentação

A alimentação é um dos principais fatores que influenciam na nossa saúde, e com a saúde capilar não seria diferente.

A saúde do nosso cabelo está diretamente associada aos nutrientes do nosso organismo, como proteínas, vitaminas e sais minerais os quais são responsáveis pelo crescimento e fortalecimento dos fios.

Quando o organismo está com falta ou deficiência desses nutrientes os fios também podem ser afetados. Nesse caso, o indicado é manter uma alimentação equilibrada e evitar o consumo de alimentos industrializados ou com poucos nutrientes.

5- Medicamentos

Medicamentos como ansiolíticos, antidepressivos e anticoncepcionais podem contribuir para a queda de cabelo. Portanto, é muito importante sempre conversar antes com o médico para entender os possíveis efeitos colaterais.

6- Anemia

A anemia é causada pela falta de ferro no organismo. A falta desse mineral diminui a concentração de hemoglobina no sangue, proteína essencial para o transporte de oxigênio pela corrente sanguínea. 

Além da queda de cabelo, a anemia também pode contribuir para outros problemas de saúde como tonturas, falta de ar e palidez.

7- Hipotireoidismo

O hipotireoidismo causa a diminuição da produção dos hormônios da tireoide. Essa queda dos hormônios produzidos pela glândula, pode ocasionar na queda capilar.

Tratamento

O tratamento para a queda de cabelo irá variar conforme a causa. Podem ser receitados medicamentos, vitaminas e suplementos para tratar o problema.

Sobretudo, a qualquer sintoma de queda capilar em excesso, é fundamental visitar um médico dermatologista para receber o diagnóstico correto e o tratamento mais indicado.

Dessa forma, é importante estar atento a sua saúde capilar diariamente, afinal, a queda de cabelo também pode ter como origem algum problema mais grave.

Conte com a MMI Clinic

Agora que você já sabe mais sobre as causas da queda capilar, que tal entrar em contato com a MMI Clinic e agendar uma consulta?

Entre em contato conosco clicando aqui e saiba mais!

Compartilhe esse conteúdo: