A importância de uma alimentação antioxidante e anti-inflamatória
A importância de uma alimentação antioxidante e anti-inflamatória

Nos dias de hoje, infelizmente, temos grandes chances de estarmos mais expostos a poluição e radiação, suscetíveis a períodos de estresse, infecções e consumir alimentos tóxicos. Esses e demais outros fatores acabam gerando um desequilíbrio no organismo e promovendo uma formação acentuada de radicais livres, gerando o chamado estresse oxidativo.

Ter uma alimentação baseada em alimentos com propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias é uma estratégia fundamental e uma excelente maneira de promover estímulos metabólicos e epigenéticos promotores de saúde e assim combater os radicais livres produzidos em excesso pelo nosso corpo. Portanto, se regularmente fornecermos uma boa quantidade destes alimentos, ricos em nutrientes e com doses altas de fitoquímicos, estaremos também auxiliando no processo de destoxificação celular, promovendo a expressão de genes anti-inflamatórios e ainda estimulando a otimização de todo o sistema antioxidante, além de proteger nosso corpo de diversas doenças e retardar o envelhecimento precoce.

Seguem alguns exemplos para consumo no nosso dia-a-dia: frutas cítricas, frutas vermelhas, legumes e verduras (quanto mais coloridos, melhor); sementes e oleaginosas; frutos do mar; gengibre; cúrcuma; vinagre de maçã; limão; pimenta caiena; extrato de própolis; canela; cacau, e muito mais. Use a criatividade nas preparações e inclua estes alimentos na sua rotina!

Entre em contato e saiba mais.

Fernanda Esperidião Aichinger CRN 7465