Doenças respiratórias no Outono: Saiba como se Prevenir
Doenças respiratórias no Outono: Saiba como se Prevenir

Com a chegada do outono e as temperaturas mais amenas, tornando o ar mais seco, principalmente nas cidades da região sul do Brasil, a incidência de doenças associadas ao aparelho respiratório como gripes e resfriados se torna maior nessa estação. Um fator que favorece o surgimento dessas doenças é que, devido ao frio, aumenta a tendência das pessoas permanecerem em ambientes mais fechados, e com pouca circulação de ar, o que acaba causando o aumento do contato com agentes patológicos, e assim, potencializando as infecções. 

De acordo com dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), estima-se que, anualmente, 3,5 milhões de pessoas sejam atingidas pela gripe. As crianças e o chamado grupo de risco, como idosos e portadores de doenças pulmonares e cardiovasculares são os mais afetados. 

As doenças respiratórias no outono são causadas geralmente pela queda da imunidade e justamente por essa maior exposição a agentes poluentes e alérgicos como poeira, ácaros, fungos, entre outros. Algumas são genéticas, enquanto outras são causadas justamente por esses fatores ambientais ou mesmo pelo estilo de vida de cada pessoa. Em tempos de pandemia do novo coronavírus, é fundamental que saibamos diferenciar os tipos de doenças respiratórias, suas causas, sintomas e tratamento. 

 

Quais são as principais doenças respiratórias?

 

As doenças respiratórias mais comuns são a gripe e resfriados, asma, bronquite, pneumonia, rinite e sinusite. A seguir, vamos descrever um pouco sobre cada uma delas:

 

Gripe e Resfriados

 

São infecções das vias respiratórias superiores, como nariz e garganta. São causadas por um vírus do tipo Influenza e provocam sintomas como febre, dor de cabeça, secreção nasal, dor de garganta, além de dores musculares. A gripe dura normalmente de 5 a 7 dias. Já os resfriados, são o mesmo tipo de infecção, porém a diferença é que podem ser causados por vários tipos de vírus, além de  apresentarem sintomas mais brandos e duram geralmente de 3 a 5 dias. 

 

 

Asma

 

É uma doença respiratória crônica que atinge todas as faixas etárias, embora seja mais comum entre as crianças. Um dos principais sintomas da asma é a dificuldade para respirar, além de um chiado no peito a cada respiração. É uma doença que não tem cura, mas tem tratamento. Pode ser tratada via medicamentos que provoquem uma broncodilatação, isto é, uma espécie de desobstrução das vias respiratórias. 

 

 

Bronquite

 

Causada por uma grave inflamação dos brônquios, que são as chamadas vias aéreas que transportam o oxigênio até os pulmões, a bronquite pode fazer com que a respiração se torne muito difícil e cansativa. Pode ser confundida com a asma, porém, diferente da asma, que se manifesta em crises, a bronquite surge juntamente com um estado de uma forte gripe. Os principais sintomas são a tosse persistente, falta de ar e o excesso de secreção pulmonar. Um fato a destacar sobre a bronquite é que essa doença está intimamente ligada com o tabagismo, portanto, parar de fumar é uma medida fundamental para evitar uma piora do quadro da doença. 

 

 

Pneumonia

 

É uma doença infecciosa grave, que atinge os pulmões. Pode se manifestar de muitas formas: a pneumonia viral, bacteriana, química e a por fungos. É causada por um agente infeccioso como vírus, bactérias, fungos e até mesmo reações alérgicas. Os principais sintomas da pneumonia são a tosse excessiva, além de febre alta, dor intensa no peito e dificuldade para respirar. O tratamento deve ser prescrito por um profissional de saúde especializado, visto que, a doença requer o uso de antibióticos. 

De uma forma geral, a pneumonia não é contagiosa, muito menos transmissível. 

 

 

Sinusite

 

É uma inflamação da mucosa dos seios da face, que contempla a região dos olhos, maçãs do rosto e ao redor do nariz. Pode ser causada tanto por fatores alérgicos, como por exposição a poeira, por exemplo, quanto por infecção, como fungos, vírus e bactérias. Os principais sintomas são a dor intensa na cabeça e na face, além de secreção e congestão nasal. 

 

 

Rinite

 

É uma doença inflamatória da mucosa do nariz. Pode ser causada pelo contato com vírus e bactérias e com os chamados alérgenos, tais como os ácaros da poeira doméstica, pelo, urina e saliva de animais, produtos químicos e de limpeza, entre outros. Os principais sintomas são a coceira e ardor no nariz, dificuldade para respirar, lacrimejamento dos olhos e aumento da secreção nasal. 

 

 

Como prevenir

 

É possível sim evitar o aparecimento de várias doenças do aparelho respiratório, adotando hábitos mais saudáveis, reforçando os cuidados com a alimentação e a higiene. Por isso, separamos para vocês algumas dicas de como prevenir essas doenças respiratórias. Confira: 

  • Tome bastante água: a hidratação fortalece o sistema imunológico e evita possíveis contaminações por fungos e bactérias;
  • Tenha uma alimentação saudável: Se alimentando de uma forma adequada, com uma dieta rica em vitaminas e sais minerais, você fortalece sua imunidade, além de fazer com que o seu corpo se torne mais resistente a essas infecções respiratórias;
  • Não fume: o cigarro é um dos principais causadores de doenças respiratórias graves como bronquite, asma, enfisema e até câncer; 
  • Lave bem as mãos: Lavar as mãos de uma forma adequada é uma das formas de evitar o contágio por vírus e bactérias;
  • Tenha uma boa noite de sono: o repouso ajuda na recuperação das energias, no equilíbrio do metabolismo, além de manter o sistema imunológico em pleno funcionamento;
  • Abra as janelas para manter os ambientes mais arejados;
  • Evite aglomerações e locais fechados.

As doenças respiratórias, de uma forma geral, causam desconforto e dificuldades na respiração, podendo inclusive evoluir para quadros clínicos mais graves. Portanto, o surgimento de sintomas deve ser motivo de alerta para buscar auxílio médico. 

Aqui na nossa clínica, dispomos agora, no nosso corpo clínico, de um profissional especializado em otorrinolaringologia.

 

Agende sua consulta na MMI !