Identificando a Menopausa
Identificando a Menopausa

O nome do período em que a mulher passa de sua fase reprodutiva para sua fase não-reprodutiva é identificado como Climatério, a Menopausa.

Durante esse intervalo, ocorre a Menopausa, quando ela vive a diminuição da função dos seus ovários até que a menstruação (que identifica a fase reprodutiva) é interrompida por completo.

Entenda os estágios

Primeiro é importante destacar que a Menopausa é algo completamente natural, e que apesar das características experienciadas por todas as mulheres, para cada uma ela ocorre de maneira individual, pois cada organismo é único.

Dito isso, podemos destacar que é comum o primeiro estágio, em que o corpo da mulher se prepara para não ser mais fértil, comece a acontecer a partir dos 40 anos de idade, que é quando normalmente se inicia o declínio natural da produção dos hormônios reprodutivos.

A partir deste momento e quanto mais desregulados se tornam os ciclos, surgem os primeiros sintomas:

– Ondas de calor

– Alterações no sono

– Alterações no humor

– Redução da libido

– Insônia

– Ganho de peso

– Dores de cabeça

Como falamos anteriormente, cada mulher vive a Menopausa de uma forma, então nem todas apresentam os mesmos sintomas, nem na mesma quantidade ou intensidade.

Quando a produção hormonal é interrompida por completo, os sintomas cessam e a Menopausa termina.

O que fazer em cada estágio da Menopausa

É sempre indicado consultar um(a) médico(a) assim que o ciclo menstrual começa a desregular.

A partir dessa consulta inicial será possível fazer a solicitação dos primeiros exames laboratoriais que poderão identificar o nível de produção hormonal.

Quando o início da menopausa é enfim identificado, o(a) médico(a) irá fazer a melhor indicação de tratamento, sempre visando melhor qualidade de vida para aquela paciente.

Entre os tratamentos mais comuns estão:

  • Acompanhamento nutricional: com a indicação de uma dieta personalizada e que esteja adequada ao momento, com foco na ingestão de alimentos ricos em cálcio e vitamina D;
  • Reposição hormonal: é um dos tratamentos mais efetivos e é sempre adequado a cada paciente. Existe uma compensação hormonal feita pelo(a) médico(a) que não atrapalha o declínio natural do organismo e ao mesmo tempo ameniza os sintomas;
  • Indicação de exercícios físicos: auxiliam principalmente com as ondas de calor, regulam a circulação sanguínea e mantém o organismo saudável de forma geral, além de ajudar no controle do peso;

Outros tratamentos envolvem acupuntura, medicamentos não-hormonais, fitoterapia, mas todos envolvem sempre o acompanhamento médico.

Na MMI Clinic você encontra os melhores tratamentos, sempre realizados por equipe especializada que vão orientar cada caso com toda a individualidade e dedicação necessárias.

Agende uma consulta e melhore sua qualidade de vida!