Peeling de Fenol
Peeling de Fenol

Procedimento que tem sido aprimorado com o passar dos anos o Peeling de Fenol é um peeling profundo que permite uma renovação celular intensa, melhorando as rugas mais profundas, manchas e lesões pré-malignas. Com indicação clássica para o envelhecimento cutâneo profundo, em especial as rítides, também mostra algum efeito “lifting” para flacidez. Consegue penetrar nas camadas mais profundas da pele sendo o peeling mais intenso que existe, causando um remodelamento de fibras colágenas, com resultados de rejuvenescimento comparáveis a uma cirurgia plástica. Deve ser feito em local apropriado com suporte cardíaco, aparato de monitoramento e profissional médico habilitado para minimizar os riscos que o fenol pode causar ao corpo. A nova pele surge cerca de duas semanas após o peeling, no entanto, podem aparecer cistos ou manchas brancas, e a vermelhidão pode durar meses. Estes sinais podem ser mascarados com cosméticos, depois de formada a nova pele.

Indicação: Envelhecimento cutâneo profundo. Rugas e sulcos estáticos e dinâmicos. Também mostra efeito “lifting” e resultados positivos para cicatrizes de acne.

Duração: A aplicação do ácido leva em torno de 1h e 20 minutos.

Anestesia: É um procedimento, em geral, bem tolerado. Pode ser feita uma sedação oral.

Tempo de recuperação: Repouso e afastamento de atividades diárias é recomendado por 10-15 dias.

Preparo antes: É necessário preparo da pele antes com indicação de ácidos e clareadores para uso diário a depender do tipo de pele, feita por médico, de 15-30 dias antes do procedimento. Além de medicações para profilaxia de lesões virais.

Cuidados após: A fotoproteção diária é imprescindível após o procedimento, bem como a remoção de crostas e uso de loções ou mesmo chás calmantes. O acompanhamento médico deve ser feitos nos dias subsequentes e com regularidade, a fim de se evitar complicações.

Dr. Felipe Cezar Dias CRM-PR 34055

Membro da Sociedade Brasileira do Cabelo e da International Dermoscopy Society