Quais as diferenças entre labilidade emocional e ser bipolar?
Quais as diferenças entre labilidade emocional e ser bipolar

Por mais que seja bastante parecida, a labilidade emocional não chega a ser um transtorno e se diferencia em diversos aspectos do transtorno bipolar. A principal diferença diz respeito à forma como cada um se manifesta no indivíduo.

Por exemplo: a pessoa com labilidade emocional muda repentinamente de humor, passando da alegria à tristeza ou à raiva em poucos minutos. Geralmente indivíduos vistos como excessivamente dramáticos, que levam suas emoções ao limite.

Já aquele que sofre com os efeitos do transtorno bipolar também tem o seu estado de espírito alterado, vivendo a máxima euforia, alternando entre episódios de mania e profunda tristeza, sendo considerada como a fase depressiva. 

A grande diferença está na duração de cada uma, ou seja, enquanto na labilidade emocional a pessoa muda de humor em questão de minutos, no transtorno bipolar, tanto a fase da mania, quanto a depressiva, podem durar dias, semanas e até meses.

Sendo assim, é preciso ficar atento, para que, dessa maneira, confusões sejam evitadas, haja a identificação assertiva de um e seja feito o direcionamento adequado de tratamento ao indivíduo. 

Se você se encontra na condição de uma pessoa que enfrenta os sintomas da labilidade emocional, existem pequenas ações, voltadas para manter a saúde mental de uma forma geral, que você pode incluir em seu dia a dia e que vão te ajudar a lidar cada vez melhor com este problema. Veja quais são elas, a seguir:

Pratique atividade física 

É unanimidade entre especialistas que a prática de atividades físicas contribui significativamente para que o ser humano tenha uma vida mais saudável e feliz. Assim, o primeiro passo para manter a sua saúde mental em dia e afastar os episódios de labilidade emocional é realmente se mexer. 

Encontre algo que você verdadeiramente goste de fazer e invista um pouco do seu tempo nisso. Com o passar do tempo você vai perceber que estará se sentindo muito mais pleno e satisfeito com vida de uma maneira geral. 

Procure não levar a vida tão a sério

Como eu disse mais acima, as pessoas que enfrentam a labilidade emocional geralmente são vistas como aquelas que levam tudo ao pé da letra. Neste sentido, a dica aqui é relaxar e não deixar que as coisas que te incomodam te afetem tanto assim.

Se algo acontecer ou alguém fizer alguma coisa que você não goste, procure não levar isso tão a sério, porque, no final das contas, a pessoa mais prejudicada será você. Sendo assim, respire fundo e siga em frente, pois, fazendo isso, você estará se preservando e preservando também as pessoas ao seu redor. 

Tenha relacionamentos saudáveis 

Outra coisa que ajuda todos nós a manter a saúde mental em dia é ter sempre por perto pessoas que nos fazem bem. Sejam familiares, amigos ou cônjuge, estar rodeado daqueles que amamos, que nos incentivam em nossos projetos, bem como a sermos indivíduos cada vez melhores, faz com que tenhamos cada vez mais bem-estar em nossa jornada pela vida.

Sendo assim, é essencial que você invista em suas relações, sejam pessoais ou profissionais, pois isso vai impactar diretamente em sua saúde mental e bem-estar. 

Se você conhece alguém que possua esses sintomas com frequência, tente de alguma forma ajudá-lo (a), com certeza essa pessoa precisa de atenção e um tratamento específico para que o caso não se agrave. Compartilhe esse conteúdo se ele foi útil para você, aproveite e use o espaço abaixo para deixar sua opinião sobre a labilidade emocional.

Fonte: Instituto Brasileiro de Coaching