MMI Clinic
Abrir Fechar

A síndrome do ovário policístico é uma condição que afeta inúmeras mulheres em todo o mundo, e compreender o que é, seus sintomas e causas é essencial para abordar essa preocupante questão da saúde feminina. 

Neste artigo, exploraremos em detalhes essa síndrome, seus sintomas, suas causas, bem como diagnóstico, tratamento e mais. Boa leitura!

O que é síndrome do ovário policístico?

A síndrome do ovário policístico (SOP) é uma condição médica que afeta o sistema reprodutivo feminino. Ela é caracterizada por desequilíbrios hormonais, no qual existe o aumento da produção de hormônio masculino.

Esses desequilíbrios, por sua vez, provocam o desenvolvimento de pequenos cistos nos ovários, decorrentes de falhas nos folículos ovarianos.

Essas alterações levam ao desenvolvimento de pequenos cistos nos ovários, que surgem devido a falhas nos folículos ovarianos. Esse distúrbio afeta principalmente mulheres entre 20 e 40 anos.

Quais são os sintomas de síndrome do ovário policístico?

A síndrome do ovário policístico pode se manifestar por meio de uma variedade de sintomas. O principal indício dessa condição são as alterações na menstruação, com o ciclo irregular e espaçado. Além disso, outros sintomas comuns incluem:

  • Acne;
  • Alterações menstruais e ciclo irregular;
  • Aumento do crescimento de pelos faciais e corporais;
  • Ganho de peso;
  • Pele oleosa;
  • Problemas de fertilidade;
  • Queda de cabelo.

Causas e fatores de risco da SOP

A causa exata da síndrome do ovário policístico ainda é desconhecida. No entanto, existem alguns fatores que podem ser considerados como sinais de alerta em relação a essa condição, incluindo:

  • Histórico familiar de SOP;
  • Obesidade;
  • Resistência à insulina.

Felizmente, adotar hábitos saudáveis pode ajudar a normalizar o quadro e a manifestação dos sintomas da SOP. Controlar a obesidade, por exemplo, é uma variável de atenção que pode ser gerenciada com uma rotina de exercícios físicos e uma dieta equilibrada.

Como é o diagnóstico?

O diagnóstico da síndrome do ovário policístico pode ser desafiador, uma vez que os sintomas dessa condição podem se assemelhar a outras alterações hormonais e patologias. Para chegar a um diagnóstico preciso de SOP, são considerados três critérios:

  • Aumento na produção de hormônios masculinos;
  • Irregularidades na menstruação;
  • Presença de ovários micropolicísticos.

Se dois desses três critérios forem identificados, e outras condições clínicas semelhantes forem descartadas, as chances de a paciente ser diagnosticada com SOP são significativas. Portanto, é fundamental realizar o diagnóstico para um tratamento adequado.

O processo de diagnóstico envolve geralmente as seguintes etapas:

  • Avaliação dos sintomas e histórico médico da paciente;
  • Realização de exames laboratoriais;
  • Realização de exames de imagem.

Uma vez estabelecido o diagnóstico de SOP, o médico e a paciente podem trabalhar em conjunto para desenvolver um plano de tratamento personalizado, visando gerenciar os sintomas e melhorar a qualidade de vida.

Existe tratamento para SOP?

Sim, existem opções de tratamento para a síndrome do ovário policístico (SOP), embora não haja uma cura definitiva.

O objetivo do tratamento é aliviar os sintomas e melhorar a qualidade de vida das mulheres afetadas. A abordagem terapêutica varia conforme as necessidades individuais da paciente, especialmente se ela deseja ou não engravidar.

Dentre os tratamentos comuns, destacam-se:

  • Pílulas contendo estrogênio e progesterona para regular o ciclo menstrual;
  • Medicamentos para melhorar a fertilidade, caso a paciente deseje engravidar;
  • Medicamentos para o controle da insulina.

É importante destacar que a realização de procedimentos cirúrgicos, como a retirada dos cistos nos ovários, geralmente não é recomendada como tratamento padrão para a SOP.

Além das intervenções médicas, a mudança de hábitos de vida desempenha um papel fundamental no tratamento da SOP. Isso pode incluir a prática de exercícios físicos regulares, manutenção de uma alimentação equilibrada e o controle do peso corporal.

Quais são as complicações da SOP?

Se não tratada, a síndrome do ovário policístico pode acarretar complicações graves, impactando a saúde a longo prazo das mulheres. Algumas das complicações significativas associadas à SOP incluem:

  • Câncer de endométrio;
  • Diabetes tipo 2;
  • Distúrbios do sono;
  • Elevação do colesterol;
  • Esteatose hepática;
  • Hipertensão;
  • Infarto do miocárdio;
  • Síndrome metabólica.

Portanto, devido a essas complicações sérias, é essencial buscar tratamento adequado para a síndrome do ovário policístico e manter um acompanhamento médico regular

Quem tem síndrome do ovário policístico pode engravidar?

Apesar de poder impactar a fertilidade devido ao desequilíbrio hormonal, em especial ao aumento da testosterona, é possível que uma mulher com síndrome do ovário policístico engravide.

O tratamento apropriado e o uso de medicações específicas podem auxiliar na correção desse desequilíbrio hormonal e estimular a ovulação.

Confira nosso programa de Saúde Da Mulher

Acreditamos que uma abordagem integrada tem um papel fundamental na obtenção de resultados significativos e duradouros. Clique aqui e saiba mais sobre esse programa!

Para garantir que cada indivíduo receba a atenção necessária, contamos com uma equipe interdisciplinar dedicada a promover saúde e bem-estar personalizados. 

Agende agora a sua avaliação para descobrir como nossos programas podem atender às suas necessidades e transformar a sua saúde!

MMI Clinic

Focamos no equilíbrio fisiológico, enxergando-o como um sistema único. Nesse caminho, contamos com uma equipe interdisciplinar capacitada em um só lugar.

Assine nossa
newsletter

Cadastre-se e receba informações exclusivas, dicas de saúde e muito mais.

    Últimos posts

    5 maiores sintomas do colesterol alto

    4 a cada 10 pessoas possuem colesterol alto no Brasil. Entenda os sintomas do colesterol alto, o que é, tipos, 5 maiores causas, como prevenir e muito mais.

    Emagrecimento Saudável 12 de abril de 2024

    Síndrome metabólica: o que é, causas e como prevenir

    Entenda tudo sobre a síndrome metabólica, uma das condições mais comuns na atualidade. Entenda o que é, suas causas, como diagnosticar e quando se preocupar.

    Emagrecimento Saudável 11 de abril de 2024

    Gordura localizada: principais causas e como tratar

    Você tem dúvidas de como eliminar os “pneuzinhos”? Entenda o que é a gordura localizada, as 5 maiores causas, em quais regiões se concentra e como eliminar.