MMI Clinic
Abrir Fechar

Estima-se que no Brasil, 4 em cada 10 pessoas têm colesterol alto, segundo a Sociedade Brasileira de Cardiologia. Partindo desse ponto, é visível o quão importante é entender os sintomas de colesterol alto para maior conscientização da sua saúde.

Por isso, saber a respeito dessa condição, como pode trazer riscos e ver indícios de que isso está acontecendo em seu corpo deve ser trivial.

Nesse artigo, vamos explicar os 5 principais sintomas do colesterol alto, sua definição, quais são as causas, o que fazer e como prevenir. Ficou interessado? Continue lendo!

O que é colesterol alto?

Primeiramente, deve-se entender o que é o colesterol. O colesterol é uma substância fundamental para o funcionamento do organismo, sendo produzido principalmente pelo fígado. 

Ele desempenha papéis essenciais na formação das células, na produção de hormônios e até de sais biliares

Quando os níveis de colesterol no sangue estão elevados, ele começa a se depositar nas paredes das artérias, caracterizando o colesterol alto, também conhecido como hipercolesterolemia.

Quais os tipos de colesterol?

É importante destacar que existem três tipos principais de colesterol:

  • LDL (lipoproteína de baixa densidade): conhecido como “colesterol ruim”, carrega o colesterol do fígado para as células e quando em excesso pode se acumular nas artérias, aumentando o risco de doenças cardiovasculares;
  • HDL (lipoproteína de alta densidade): por outro lado, o HDL, conhecido como “colesterol bom”, ajuda a remover o colesterol em excesso nas artérias, protegendo contra doenças cardíacas;
  • VLDL (lipoproteína de densidade muito baixa) – transporta mais triglicerídeos, outro tipo de gordura presente no sangue, do que o LDL. 

Os níveis mais altos de VLDL podem também causar acúmulo de gordura nas artérias, o que também aumenta os riscos de doenças cardíacas.

Quais as causas do colesterol alto?

O colesterol alto pode ser causado por uma variedade de fatores que afetam o metabolismo e a produção dessa substância para o organismo. 

Vamos explorar algumas das principais razões por trás do colesterol alto:

Alimentação inadequada

Uma dieta rica em gorduras saturadas e trans, além de colesterol presente em alimentos de origem animal, pode contribuir significativamente para o aumento dos níveis de colesterol no sangue. 

O consumo excessivo de fast food e alimentos ultraprocessados, como biscoitos recheados e macarrão instantâneo, também pode ser prejudicial.

Estilo de vida sedentário

A falta de atividade física regular pode levar ao acúmulo de colesterol LDL (colesterol ruim) no sangue. 

O exercício regular não apenas ajuda a controlar o peso, mas também promove a produção de colesterol HDL (colesterol bom), que ajuda a remover o excesso de colesterol das artérias.

Genética e hereditariedade 

Em alguns casos, o colesterol alto pode ser resultado de predisposição genética. Pessoas com histórico familiar de hipercolesterolemia têm maior probabilidade de desenvolver altos níveis de colesterol, mesmo com uma dieta saudável e estilo de vida ativo.

Obesidade e excesso de peso

O excesso de peso corporal está frequentemente associado ao colesterol alto, especialmente quando combinado com outros fatores de risco, como má alimentação e falta de exercício. 

O tecido adiposo (tecido constituído por gordura) em excesso pode influenciar negativamente o metabolismo do colesterol.

Tabagismo e consumo excessivo de álcool

O tabagismo e o consumo excessivo de álcool podem afetar negativamente os níveis de colesterol, aumentando o colesterol LDL e diminuindo o colesterol HDL. 

O que o colesterol alto pode causar?

O alto nível de “colesterol ruim”, principalmente o LDL, estão associados a uma série de problemas cardiovasculares como:

  • Acidente Vascular Cerebral (AVC);
  • Insuficiência cardíaca;
  • Aterosclerose;
  • Infarto.

Por isso, é essencial consultar um profissional para entender como está a sua condição de saúde relacionada a níveis de colesterol para prevenção de doenças de alto risco.

Quais são os principais sintomas de colesterol alto?

O colesterol alto é uma condição que, muitas vezes, não apresenta sintomas evidentes em estágios iniciais, o que torna seu diagnóstico precoce desafiador. 

No entanto, em alguns casos, o corpo pode sinalizar a presença desse problema por meio de sintomas que, embora não sejam exclusivos do colesterol alto, podem indicar a necessidade de uma avaliação médica mais aprofundada:

  1. Fadiga

A fadiga excessiva e a sensação de cansaço constante podem ser sintomas de colesterol alto. 

O acúmulo de placas de gordura nas artérias pode reduzir o fluxo sanguíneo para os tecidos, incluindo os músculos, o que pode levar à fadiga muscular e à sensação de fraqueza geral.

  1. Palpitações

Algumas pessoas relatam experimentar palpitações cardíacas, que são batimentos cardíacos perceptíveis ou irregulares. 

Essas palpitações podem ser causadas pelo estresse adicional no coração devido ao acúmulo das já citadas placas de gordura nas artérias, aumentando o risco de problemas cardiovasculares.

  1. Dor de cabeça

Embora a dor de cabeça seja um sintoma comum e possa ter várias causas, algumas pessoas com colesterol alto relatam dores de cabeça frequentes ou persistentes.

O fluxo sanguíneo restrito devido ao entupimento de artérias cerebrais pode contribuir para dores de cabeça, pois o bombeamento de sangue realiza uma pressão excessiva para passar onde está obstruído.

  1. Dores ou desconforto no peito

Dores no peito, especialmente durante atividades físicas ou períodos de estresse, podem ser um sinal de colesterol alto. A aterosclerose, ou entupimento, nas artérias coronárias pode reduzir o fluxo sanguíneo para o coração, causando angina ou dor no peito.

  1. Inchaço abdominal

O inchaço abdominal, especialmente quando acompanhado de outros sintomas como indigestão ou gases, pode estar relacionado ao colesterol alto. 

O acúmulo de placas de gordura nos vasos que irrigam o trato gastrointestinal pode afetar a digestão e causar desconforto abdominal.

O que fazer se identificar os sintomas de colesterol alto?

Se você identificar os sintomas de colesterol alto ou tiver preocupações com sua saúde cardiovascular, é importante agir prontamente. Aqui estão algumas medidas que você pode tomar:

  • Consulte um médico: o primeiro passo é agendar uma consulta com um médico ou cardiologista. Eles podem realizar exames de sangue para medir seus níveis de colesterol e avaliar seu risco cardiovascular geral;
  • Siga as recomendações médicas: se os resultados dos exames mostrarem níveis elevados de colesterol, siga as orientações do seu médico. Isso pode incluir mudanças na dieta, aumento da atividade física e, em alguns casos, medicamentos;
  • Adote um estilo de vida saudável: faça escolhas de estilo de vida que promovam a saúde cardiovascular, como manter uma dieta equilibrada, rica em frutas, vegetais, grãos e proteínas magras, dormir adequadamente, assim como se exercitar;
  • Monitore sua saúde: faça exames regulares para monitorar seus níveis de colesterol e outros fatores de risco cardiovascular. Mantenha-se em contato com seu médico e informe qualquer sintoma novo ou preocupação com sua saúde;
  • Eduque-se: aprenda sobre o colesterol alto e seus efeitos na saúde cardiovascular. Compreender os fatores de risco e as medidas preventivas podem ajudá-lo a tomar decisões informadas sobre sua saúde.

Lembrando que apenas um profissional de saúde qualificado pode fornecer um diagnóstico preciso e recomendações de tratamento personalizadas. 

Portanto, não hesite em buscar orientação médica se estiver preocupado com sua saúde cardiovascular.

Como prevenir os sintomas de colesterol alto?

Prevenir os sintomas de colesterol alto é fundamental para manter a sua saúde. Aqui estão algumas medidas que podem ajudar na prevenção:

  • Alimentação saudável: opte por uma dieta rica em frutas, vegetais, grãos integrais, legumes, peixes ricos em ômega-3 e fontes magras de proteína, como aves e leguminosas.

Evite alimentos processados, ricos em gorduras saturadas e trans, e limite o consumo de colesterol presente em carnes gordurosas e produtos de origem animal;

  • Exercício físico regular: pratique atividades físicas regularmente, conforme orientação médica. A atividade física ajuda a reduzir os níveis de colesterol LDL e aumentar os níveis de colesterol HDL;
  • Controle do peso: mantenha um peso saudável, se alimentando bem e praticando exercícios físicos. O excesso de peso está associado a níveis elevados de colesterol LDL e triglicerídeos, aumentando o risco de doenças cardíacas;
  • Evite o tabagismo: o tabagismo não apenas diminui os níveis de colesterol HDL (bom), mas também danifica as paredes das artérias, aumentando o risco de acúmulo de placas de gordura e o desenvolvimento de doenças cardiovasculares;
  • Moderação no consumo de álcool: o consumo excessivo de álcool pode aumentar os níveis de triglicerídeos e contribuir para o ganho de peso, o que pode levar ao aumento do colesterol LDL;
  • Gerenciamento do estresse: o estresse crônico pode desencadear comportamentos pouco saudáveis, como alimentação inadequada e sedentarismo, que podem afetar os níveis de colesterol;
  • Consultas médicas regulares: faça consultas regulares com um médico para monitorar seus níveis de colesterol e outros fatores de risco cardiovascular;

Eles podem oferecer orientações personalizadas e intervenções precoces, se necessário, para prevenir o desenvolvimento de colesterol alto e suas complicações.

Confira nosso programa de Emagrecimento Saudável

Acreditamos que uma abordagem integrada tem um papel fundamental na obtenção de resultados significativos e duradouros. Clique aqui e saiba mais sobre esse programa!

Para garantir que cada indivíduo receba a atenção necessária, contamos com uma equipe interdisciplinar dedicada a promover saúde e bem-estar personalizados. 

Agende agora a sua avaliação para descobrir como nossos programas podem atender às suas necessidades e transformar a sua saúde!

MMI Clinic

Assine nossa
newsletter

Cadastre-se e receba informações exclusivas, dicas de saúde e muito mais.

    Últimos posts

    Saúde da Mulher 17 de maio de 2024

    Quais os benefícios do DIU para você?

    Saiba tudo a respeito do Dispositivo Intrauterino (DIU). Quais os tipos, além de suas diferenças, como é o procedimento, riscos e benefícios.

    Cabelos Saudáveis 16 de maio de 2024

    Agende sua consulta com um tricologista em Curitiba com a MMI

    Procurando tricologista em Curitiba e não acha o ideal para você? Saiba o que trata, valores, quando procurar e por que marcar com a MMI.

    Bem-Estar e Beleza 25 de abril de 2024

    Consulte-se com um nutricionista em Curitiba da MMI Clinic

    Você sabia que a MMI é o espaço ideal para você se consultar com nutricionista em Curitiba? Saiba o que é perguntado, quais exames pedem e o que tratam.