MMI Clinic
Abrir Fechar

A tireoide desempenha um papel crucial na regulação do metabolismo e do equilíbrio hormonal do corpo. Quando existe a diminuição da produção de hormônios tireoidianos, o paciente pode experienciar sintomas de hipotireoidismo.

Neste artigo, abordaremos de forma clara e acessível os 12 principais sintomas que servem como alerta, indicando a necessidade de atenção médica.

O que é hipotireoidismo?

O hipotireoidismo é uma condição resultante da diminuição na produção dos hormônios tireoidianos, T3 (tri-iodotironina) e T4 (tiroxina), pela glândula tireoide. 

Esses hormônios desempenham um papel vital no funcionamento adequado do corpo, impactando órgãos e sistemas essenciais, incluindo o ritmo cardíaco e o metabolismo.

Localizada no pescoço, a tireoide é responsável por regular órgãos importantes do nosso corpo, como coração, cérebro, fígado e rins.

Quando há uma produção de hormônios insuficiente, diversos sintomas podem surgir, alertando para a necessidade de atenção médica.

Principais sintomas de hipotireoidismo

1. Cansaço, sonolência e fraqueza

Sentir-se constantemente cansado, sonolento e fraco podem ser sintomas do hipotireoidismo.

A falta dos hormônios tireoidianos prejudica a capacidade do músculo cardíaco de bombear sangue eficientemente, tornando as atividades diárias mais desgastantes.

Adicionalmente, a diminuição do metabolismo, causada pela produção inadequada de hormônios tireoidianos, contribui para a fadiga constante e a sonolência prolongada. 

2. Queda de cabelo, unhas fracas e diminuição do suor

Entre os sintomas do hipotireoidismo, é comum notar alterações na pele, especialmente na queda de cabelo e fragilidade das unhas. Essas mudanças visíveis são indicativos claros da influência do hipotireoidismo.

Além disso, é possível notar a menor capacidade de suar. Essa redução na transpiração é resultado da influência dos hormônios tireoidianos na regulação do sistema de resposta ao calor do corpo. 

3. Bócio

O cérebro, ao detectar essa carência, aumenta a produção de TSH, um hormônio estimulante da tireoide. Esse aumento de TSH desencadeia na tireoide um processo de crescimento, uma tentativa de compensar a deficiência hormonal. 

Esse fenômeno, conhecido como bócio, é caracterizado pelo aumento perceptível do tamanho da tireoide.

4. Aumento do colesterol e hipertensão

Além dos indicativos já mencionados, os sintomas de hipotireoidismo também podem estar relacionados à saúde cardiovascular, manifestando-se principalmente no aumento do colesterol e na possível elevação da pressão arterial.

No caso em que os pacientes já eram previamente hipertensos, a pressão arterial tende a aumentar ainda mais, muitas vezes exigindo um ajuste nas medicações existentes.

5. Redução do paladar

A experiência sensorial da alimentação também pode ser diretamente impactada, resultando na redução do paladar.

O hipotireoidismo pode causar alterações no paladar, diminuindo a percepção dos sabores dos alimentos.

6. Ganho leve de peso

Entre os sintomas do hipotireoidismo, o ganho de peso, geralmente de alguns poucos quilos, está intimamente relacionado à retenção de líquidos.

7. Pele seca

A pele seca representa um dos sintomas de hipotireoidismo visíveis, decorrente do acúmulo de ácido hialurônico e condroitinossulfato, duas substâncias que desempenham um papel crucial na textura cutânea.

Essas substâncias depositam-se na pele, formando uma espécie de gelatina quando entram em contato com a água. O resultado desse processo é uma pele ressecada e mais espessa, características frequentes em pacientes com hipotireoidismo.

8. Intolerância ao frio

A intolerância ao frio, sintoma de hipotireoidismo comum, é diretamente causada pelo metabolismo mais lento resultante da diminuição dos hormônios tireoidianos. 

Esses hormônios desempenham papel crucial na regulação da geração e gasto de energia pelo corpo.

9. Prisão de ventre

No contexto de alterações gastrointestinais, a constipação destaca-se como o sintoma mais comum. Ele evidencia a influência direta da disfunção tireoidiana no sistema gastrointestinal, comprometendo o processo de evacuação.

10. Perda da libido e disfunção erétil

O hipotireoidismo não se restringe a sintomas físicos; ele também incide na esfera da sexualidade, podendo resultar em disfunção erétil e dificuldade para ejacular em homens. 

Adicionalmente, tanto homens quanto mulheres podem experimentar uma considerável redução na libido.

11. Menstruação irregular

Mulheres manifestando sintomas de hipotireoidismo frequentemente experienciam alterações notáveis em seus ciclos menstruais.

Essas variações abrangem desde uma redução ou ausência do período até um aumento no sangramento e na duração do ciclo menstrual.

12. Dores musculares e articulares

Entre os sintomas de hipotireoidismo, as dores musculares e câimbras emergem como as alterações musculares mais comuns. Quanto às alterações articulares, as mais comuns são as dores nas articulações.

É interessante notar que os indivíduos com hipotireoidismo frequentemente apresentam níveis elevados de ácido úrico, colocando-os sob maior risco de desenvolver gota.

Outra alteração musculoesquelética comum associada ao hipotireoidismo é a síndrome do túnel do carpo. No entanto, é frequente que essa condição regrida sem a necessidade de intervenção cirúrgica após o início da reposição hormonal.

Importância do diagnóstico e tratamento adequado

O hipotireoidismo, quando não tratado corretamente, pode resultar em uma redução significativa do desempenho físico e mental. A ausência de tratamento adequado pode desencadear uma série de complicações que afetam diversos sistemas do corpo.

Se negligenciado, o hipotireoidismo pode levar a condições sérias, como anemia, coronariopatia e desordens em sistemas tão diversos quanto gastrointestinais, neurológicos, endócrinos, metabólicos e renais.

Disfunções respiratórias, dislipidemia, glaucoma, hipertensão arterial, insuficiência cardíaca e, em recém-nascidos, retardo mental, surdez e deficiência de crescimento também são complicações frequentes.

Tanto em crianças quanto em adultos, o tratamento dos sintomas de hipotireoidismo é baseado na reposição do hormônio em falta, realizado por meio da ingestão diária de hormônio tireoidiano produzido em laboratório.

Importante ressaltar que, embora não haja uma cura definitiva para o hipotireoidismo, o tratamento eficaz aborda a causa subjacente da condição e repõe o hormônio necessário.

Confira nosso programa de Check-up e Prevenção

Acreditamos que uma abordagem integrada tem um papel fundamental na obtenção de resultados significativos e duradouros. Clique aqui e saiba mais sobre esse programa!

Para garantir que cada indivíduo receba a atenção necessária, contamos com uma equipe interdisciplinar dedicada a promover saúde e bem-estar personalizados. 

Agende agora a sua avaliação para descobrir como nossos programas podem atender às suas necessidades e transformar a sua saúde!

MMI Clinic

Focamos no equilíbrio fisiológico, enxergando-o como um sistema único. Nesse caminho, contamos com uma equipe interdisciplinar capacitada em um só lugar.

Assine nossa
newsletter

Cadastre-se e receba informações exclusivas, dicas de saúde e muito mais.

    Últimos posts

    5 maiores sintomas do colesterol alto

    4 a cada 10 pessoas possuem colesterol alto no Brasil. Entenda os sintomas do colesterol alto, o que é, tipos, 5 maiores causas, como prevenir e muito mais.

    Emagrecimento Saudável 12 de abril de 2024

    Síndrome metabólica: o que é, causas e como prevenir

    Entenda tudo sobre a síndrome metabólica, uma das condições mais comuns na atualidade. Entenda o que é, suas causas, como diagnosticar e quando se preocupar.

    Emagrecimento Saudável 11 de abril de 2024

    Gordura localizada: principais causas e como tratar

    Você tem dúvidas de como eliminar os “pneuzinhos”? Entenda o que é a gordura localizada, as 5 maiores causas, em quais regiões se concentra e como eliminar.