O que comer depois da cirurgia bariátrica?
O que comer depois da cirurgia bariátrica?

A cirurgia bariátrica, para muitas pessoas, significa a realização de um sonho. 

No entanto, apesar dessa transformação de vida, os pacientes precisam ter vigilância com a dieta no pós-operatório. 

Existem alguns regimes alimentares específicos para cada etapa da recuperação e segui-los é fundamental.

Neste artigo, você vai entender porque é importante cuidar da alimentação no período de recuperação da cirurgia bariátrica e o que é recomendado incluir nas refeições.

Por que fazer acompanhamento nutricional após a cirurgia bariátrica 

No geral, os pacientes ganham certa segurança depois da cirurgia, já que o estômago teve seu tamanho reduzido. Assim, acreditam que ingerir porções menores de alimento já é o suficiente para não causar problemas durante o período de recuperação.

Contudo, até as refeições pequenas podem ter alto valor calórico. É o caso dos pratos ricos em gorduras ou preparados com óleos e margarinas. O correto é usar uma quantidade de óleo que apenas não deixe o alimento grudar na panela. 

Além disso, em algumas pessoas ocorre um distúrbio chamado Síndrome de Dumping, que é a sensação de peso na barriga e náuseas após as refeições. O dumping acontece por causa da passagem muito rápida do alimento para o intestino. 

A melhor forma de evitar ou tratar esse desconforto é seguir a dieta pós bariátrica proposta e, eventualmente, tomar medicações que o cirurgião prescreve, caso necessário. 

Alimentos permitidos e proibidos durante as dietas

Depois da cirurgia bariátrica, para cada momento há um tipo específico de dieta. Entenda:

Dieta líquida

O objetivo da dieta líquida é proporcionar repouso ao estômago, adaptação aos volumes e hidratação. Geralmente, o nutricionista orientará a ingestão de 50-150 mL em cada uma das 6 a 8 refeições.

Este regime dura de 1 a 2 semanas e alguns alimentos permitidos são: iogurtes, gelatinas, sopas sem gordura, sucos de fruta, chás. 

Refrigerantes, chá verde, molhos e água com gás são exemplos de bebidas proibidas.

Dieta pastosa

Logo após a dieta líquida, o paciente pode iniciar a dieta pastosa, com cremes de legumes, mingaus, frutas batidas etc. A quantidade recomendada para cada refeição é de 150 a 200 mL e essa dieta deve durar também em torno de 15 dias.

Alimentos pastosos, mas calóricos, como mousses, leite condensado ou sorvete fazem parte do rol dos alimentos proibidos.

Dieta geral

Passados 30 a 45 dias da operação, os alimentos sólidos podem finalmente serem incluídos. A indicação também é de 6 refeições e, nesta etapa, o nutricionista reforçará a importância de mastigar bem e com calma ao alimentar-se. 

Frutas, carnes, peixes, frutos do mar, sushi e sementes, ainda em pequenas quantidades, são alguns dos alimentos permitidos. As frutas devem ser moles, sem bagaço e, preferencialmente, devem vir acompanhadas de alguma proteína, como queijo ou leite. 

Comidas industrializadas e pouco saudáveis como chocolate, outros doces e frituras seguem na lista dos alimentos proibidos.

Suplementação depois da cirurgia bariátrica: como é feita

Uma das deficiências nutricionais mais comuns depois da cirurgia é a de proteína. Por isso mesmo que durante as dietas se encoraja tanto a inclusão de proteínas em cada refeição.

Antes de tudo, deve-se realizar exames com um profissional para investigar a deficiência. Os sintomas clássicos são: perda de massa muscular, anemia, queda na imunidade, unhas finas e quebradiças, entre outros.

Caso a taxa do nutriente realmente esteja abaixo do normal, será prescrito um suplemento em pó. Normalmente, ele tem 100% ou, no mínimo, 2/3 das necessidades diárias do nutriente em questão.

Além da proteína, estes são os outros nutrientes os quais, de preferência, devem ser acompanhados e monitorados para prevenir sua deficiência:

  • Ferro;
  • Zinco;
  • Cálcio;
  • Vitamina D e as do complexo B.

A cirurgia bariátrica é um tratamento excelente para a obesidade severa, mas os seus resultados dependem do que o paciente faz no pós-operatório. A alimentação correta e o compromisso com o cirurgião e o nutricionista depois da cirurgia é imprescindível para a obtenção dos benefícios deste procedimento.

Agende sua consulta na MMI e alcance o seu objetivo de emagrecer com saúde!